segunda-feira, 12 de setembro de 2011

Tiêtando o Franz

O primeiro contacto que tive com a banda escocesa fora a meados de 2007, quando ainda não tinha preferência musical e era fã de Hilary Duff. O caminho de Franz Ferdinand até minha vida se deu pela estranha ligação com Paradise Kiss, meu mangá preferido na época e cujo o encerramento da série animada é Do you want to.


Franz é tudo de bom. Posso não ter coragem de elege-la minha banda preferida (como vocês sabem, não sei favoritar coisas), mas não há o que me deixe mais feliz do que ouvir Alex cantando "Então, se você estiver sozinha, você sabe, eu estarei aqui esperando por você" com batidinhas alegres ao fundo de sua voz descomprometidamente sensual de Indie Rocker. Só pra constar tenho uma leve derrapada por alternative rockstar's o que faz de Alex Kapranos o terceiro cara mais sexy da minha lista de "Caras Sexys".

(Alex Turner à esquerda; Alex SódaBia Kapranos no meio e o não menos sensual Julius Casablancas à direita) Desculpem a minha promiscuidade, mas, imagine esse combo na MINHA humilde residência...

A minha dependência de Franz Ferdinand é tamanha, que não consigo não ouvir algumas faixas todo dia, evitando terminantemente de ouvi-los o dia todo, deixando para ouvir a discografia em ocasiões especiais ou esporadicamente, pois sofro de um incrivel medo de odiá-los ou enjoar deles. Não me olhe assim, você já sentiu isso também.

As letras tem um quê de filosofia de boteco, misturam citações históricas (o nome da banda é referencia à um arquiduque Austro-Húngaro chamado Francisco Ferdinando) com melodramas cotidianos, narrados de uma forma cômica e que, eventualmente, parecem meio nosense, mas na minha opinião só aumenta ainda mais o charme das composições. Outro ponto positivo são os clipes, com a fotografia linda e roteiros divertidos.

Todo mundo já teve um momento que desejou Live Alone, depois de ver a pessoa Walk Away dizendo que You Could Have It So Much Better.
Quero uma noite de boêmia com eles.

8 comentários:

  1. wow, alex turner e julian são gostosos demais :3, adoro strokes e monkeys, vou ouvir franz *w*

    ResponderExcluir
  2. Realmente, eu também fiquei chocada!!!
    Periguete é mesmo a palavra que menos merecia estar nesta lista, um termo que nem se sabe se vai durar muito...

    Mil Sweetkisses \o/

    ResponderExcluir
  3. Meu Deus, babei pelo Alex Turner, não pode ser de verdade não, gente QUÉQUIÉISSO??? O.O
    KKKK Adorei Live Alone e You Could Have it So Much Better ;)

    ResponderExcluir
  4. Nossa, me identifiquei no começo do texto, hahah. A primeira música do Franz Ferdinand que eu ouvi foi Take me Out, e a segunda foi Walk Away. Nunca me esqueço disso :P

    ResponderExcluir
  5. Nunca ouvi. Vou ouvi-los também, parecem ser bons. Também não sou boa em "favoritar" minha banda preferida. haha

    ResponderExcluir
  6. Olá!
    As únicas músicas que conhecia do Franz era Do You Want To e Take Me Out, e agora ouvi as outras que você indicou. Gosto bastante, mas não direi que sou fã para não ofender aos fãs de verdade, como você. \o Mas posso dizer que seu gosto músical é muito bom, visto que Franz Ferdinand faz música de maneira incomparável. É bem difícil achar algo parecido.
    Beijos. :D

    ResponderExcluir
  7. Sua resenha sobre o Franz ficou ótima. EU tb não sou boa em favoritar coisas. hehe Gosto muito deles tb.

    ResponderExcluir